quarta-feira, 22 de janeiro de 2014



Tudo bem, você não me ama mais,

Mas eu te amo cada vez mais e mais.

Já não sei o que faço para te esquecer

Ou para te convencer a voltar a atrás.




Se bem que o bom mesmo é ir para frente

Aonde não tenha mais gente além de nós.

Se bem que além de nós poderíamos ter

Um cachorrinho para nos alegrar na sala.




Tudo bem, você não ama mais,

Mas poderia ainda me amar em silencio

Ou em revolta fazer de conta que não ama.

Já não sei o que faço sem teus abraços

Sem tua atenção e com teu desprezo.




Isso me machuca mesmo e da medo,

Não sei se te sequestro ou se te roubo um beijo.

Se bem que você poderia fujir e não mais voltar,

Mas eu te persigo com inocência de quem ama

E não quer se separar, se bem que já estamos se parados.




Tudo bem, você não me ama mais...



Nenhum comentário:

Postar um comentário